Resposta à Revista Veja

Tamanho da letra:
A Aplub, entidade de previdência privada com mais de 50 anos de atuação, esclarece que o ex-dirigente Ricardo Athanásio de Oliveira, cujo mandato cessou em 17 de dezembro de 2015 com o decreto de Intervenção Federal na entidade, não exerce qualquer tipo de influência sobre a instituição, direta ou indiretamente, desde então.
 
Esclarece ainda que o ex-dirigente Ricardo é o único dos condenados na "Operação Trevo" que laborou na Aplub, sendo inverídica a notícia de que "outros nove ex dirigentes da instituição financeira foram condenados".
 
A empresa salienta que se encontra sob regime de Intervenção decretado pela Superintendência de Seguros Privados, há mais de 2 anos, e portanto sob direção de gestores indicados pelo órgão regulador. A entidade esclarece que permanece colaborando com investigações tanto no âmbito administrativo, como na esfera judicial.